Bahia perde para o Inter com ajuda do VAR | Com vídeo - O BahiaNaRede

Post Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Bahia perde para o Inter com ajuda do VAR | Com vídeo

O Bahia saiu de campo derrotado pelo Internacional, pelo placar de 3 a 1, com ajuda providencial do Árbitro de Vídeo (VAR), na noite desta quarta (12), no Beira-Rio, pela 9ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Em posição irregular, Rodrigo Lindoso marcou o primeiro.
Da redação com informações do ECB
Colaboração de foto: Ricardo Duarte/SCInternacional

A partida ficou marcado pela validação de um gol polêmico da equipe gaúcha, ainda na primeira etapa, após quase cinco minutos de consulta ao VAR. Com o resultado, o Bahia permaneceu com 14 pontos, ocupando a sétima colocação na classificação, mas pode perder três posições até o final da rodada. O Campeonato Brasileiro, agora, só retorna no mês de julho. Com a realização da Copa América, o Bahia só volta a jogar entre os dias 12 e 13 de julho, em Salvador, contra o Santos. O local da partida ainda está indefinido.

Jogo

O técnico Odair Hellmann aplaudiu a decisão do VAR.
O Bahia, mesmo com cinco desfalques (Ernando, Gilberto, Artur, Gregore e Élber), iniciou a partida e levou perigo ao Inter em duas oportunidades. Primeiro, de cabeça, Arthur Caíke recebeu cruzamento de Nino e jogou para fora. Depois foi a vez do próprio camisa 77 ajeitar de cabeça para o meio da área, mas Fernandão não conseguiu o desvio.

Aos 20, o Inter fez o gol com auxílio do VAR. Lindoso, em posição irregular, aproveitou o toque de cabeça do companheiro e empurrou para o fundo do gol. O Árbitro de Vídeo analisou o lance e, quase cinco minutos depois, validou a jogada. Douglas, de fora da área, arriscou para fora. E em outro momento, outra vez de cabeça, Arthur Caíke apareceu entre os zagueiros e finalizou em cima do goleiro Marcelo Lomba. Lá atrás, em dois lances, o goleiro Douglas foi muito bem e defendeu os arremates de Sóbis e Nico Lopez.

Segundo tempo

O jogo seguiu equilibrado na etapa final durantes os primeiros minutos. Aos 14, Rafael Sóbis finalizou e o goleiro Douglas fez uma linda defesa. Mas quis o destino, no minuto seguinte, que o arqueiro do Bahia não conseguisse impedir o segundo do Inter. Sóbis bateu, ele tentou encaixar e não conseguiu: Inter 2×0.

Aos 32, Arthur Caíke brigou pela bola, ganhou de Lomba e achou Fernandão na área. O centroavante bateu forte e diminuiu o placar. No entanto, quando o Bahia buscava o empate a qualquer custo, o argentino D’Alessandro marcou um golaço e deu números finais ao jogo.

Técnico analisa time e critica decisão do árbitro

Roger Machado disse não concordar com a decisão do VAR. 
Presidente, jogadores e treinador. Todos, após a derrota para o Inter, foram questionados e não se esquivaram de falar do lance polêmico que originou o primeiro gol da equipe mandante. O técnico Roger Machado, na coletiva, disse não concordar com a decisão do árbitro com auxílio do VAR. Para ele, a reação de todos os atletas em campo fortalece a ideia do impedimento não marcado.

“Perder o jogo faz parte, e não vou atribuir nossa derrota apenas ao que foi feito pelo árbitro. Mas, apesar de não gostar de ficar falando sobre isso, é necessário comentar diante da imagem que nós temos. A reação de nossos atletas, assim como dos adversários também, já sabíamos que algo de irregular havia acontecido em campo. Hoje eu vou conceder essa entrevista com sentimento de impotência, meio constrangido”, disse.

Sobre o jogo, Roger disse ter gostado do início de jogo apresentado pela equipe. Mas, para ele, apesar da mudanças realizadas na etapa final, o gol validado do Inter pesou negativamente na reação do time dentro dos 90 minutos. “Nós estávamos bem na partida até aquele lance, chegando na área pelos lados do campo, e criando duas oportunidades. A partir do gol, meus amigos, foi inevitável que o time não ficasse instável como ficou. Mudei, coloquei a equipe mais para frente, só que levamos aquele segundo gol. Douglas falhou, mas ele tem muito crédito conosco”.


Internacional 3 X 1 Bahia - 9ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn (ambos do PR)
VAR: Igor Junio Benevenuto, de Minas Gerais, com auxílio de Gilberto Rodrigues Castro Junior e Clovis Amaral da Silva, de Pernambuco.
Cartões amarelos: Roger Machado, Eric Ramires (Bahia) / Victor Cuesta (Internacional)
Gols: Rodrigo Lindoso, Rafael Sobis e D'Alessandro (Inter) / Fernandão (Bahia)
Internacional: Marcelo Lomba, Zeca, Roberto, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso (Patrick), Edenílson, Nico López (Jhonatan Álvez), D’Alessandro (Wellington Silva) e Nonato; Rafael Sobis. Técnico: Odair Hellmann
Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Elton, Flávio (Rogério) e Douglas Augusto; Ramires (Shaylon), Arthur Caíke e Gilberto. Técnico: Roger Machado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad