Por 2 a 1, Bahia vence Vitória na Fonte | Com vídeo - O BahiaNaRede

Post Top Ad

Post Top Ad

domingo, 22 de outubro de 2017

Por 2 a 1, Bahia vence Vitória na Fonte | Com vídeo

Com um gol nos minutos finais, o Bahia derrotou o Vitória por 2 a 1, na tarde deste domingo (22), na Fonte Nova, pela 30ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Mendoza dançou Cumbia para comemorar o primeiro gol da partida.
Da redação com informações do ECB
Colaboração de foto: Felipe Oliveira/ECB

Os gols da parida foram marcados, todos, no segundo tempo, por Mendoza e Edigar Junio, para o Bahia, descontado por Wallace, para o Vitória. Com o resultado, o Bahia chegou aos 38 pontos, ocupando a 12ª colocação já o Vitória, com 33, voltou à zona de rebaixamento na 17ª colocação. Os dois times voltam a jogar no Domingo (29), o Bahia contra o Fluminense, às 16 horas, no Maracanã já o Vitória enfrenta o Atlético (GO), às 18 horas, no Estádio Manoe Barradas.

Bahia 2x1 Vitória - Brasileiro A 2017 por Marcelo Malaquias

Bahia e Vitória criaram apenas uma grande chance, cada um, nos primeiros 45 minutos do sétimo clássico estadual da temporada. O Bahia jogou melhor em toda etapa inicial, foi detentor da maior posse de bola no primeiro tempo, principalmente nos 20 minutos iniciais. A torcida compareceu, incentivou, mas o time não conseguiu furar o grande bloqueio defensivo do adversário.

Aos 21, após jogada individual, Zé Rafael fez o cruzamento para área e, antes de Edigar Junio, o zagueiro Wallace afastou o perigo. A partida seguiu morna para os dois lados. O time visitante, com David, levou perigo ao goleiro Jean em um chute que bateu na rede pelo lado de fora. Em resposta, aos 40 minutos, Allione cabeceou após cruzamento de Mendoza e Caique defendeu, sem grandes preocupações.

A melhor oportunidade do Bahia foi com Mendoza, aos 41 minutos. Renê Júnior roubou a bola, tabelou com Edigar e serviu o colombiano. O camisa 18 soltou uma bomba e o arqueiro do Vitória espalmou.

Mais uma vez, Mendoza dançou Cumbia.
Segundo tempo

O Bahia abriu o placar logo com 1 minuto de bola rolando. Zé Rafael tentou o passe e o zagueiro Wallace, ao tentar cortar, deixou o atacante Mendoza sozinho. O camisa 17 bateu colocado, de esquerda, e estufou a rede do time adversário.

Aos 12, na tentativa de empatar, o rival deixou espaços. Edigar Junio disparou pelo meio, passou do meio de campo e tocou para Mendoza. O colombiano finalizou forte mas a bola subiu demais. O Bahia, aos 25 minutos, assustou. Zé Rafael tocou por cima da defesa e encontrou Edigar Junio, sozinho. No entanto, antes da finalização do camisa 11, o goleiro do Vitória foi mais rápido e segurou.

O adversário chegou ao empate aos 39 minutos do segundo tempo, com Wallace, pegando a sobra após cobrança de escanteio. No fim, depois de excelente jogada de Régis, que deu lindo passe, Edigar chutou e viu Caique fazer um milagre. No escanteio, Edson desvia no primeiro pau e Edigar, sozinho, faz o segundo do Bahia.

O autor do segundo gol que garantiu o resultado positivo, comentou na saída do campo. “A Fonte Nova é nossa! Estamos bem, confiantes, e precisamos continuar assim até o final”, falou. Sobre abrir cinco pontos do rival, se afastando um pouco mais da zona do rebaixamento, Edigar Junio adotou cautela. “Foi um grande passo, sim, mas não temos o que comemorar. Serão jogos bem complicados até o fim”, conclui.

O técnico Paulo César Carpegiani conversa com a imprensa após o triunfo.
O técnico Paulo César Carpegiani, após o triunfo sobre o rival, concedeu entrevista coletiva e comentou sobre as três modificações realizadas no segundo tempo. “Eu, quando botei três zagueiros, não queria que meu time ficasse lá atrás. Eu fiz isso depois que Mendoza e Zé Rafael, ao mesmo tempo, me pediram para sair. Eu queria ter colocado um centroavante, abrindo Edigar na ponta, mas a condição da equipe me obrigou a fazer estas alterações”, afirmou.

Quanto ao jogo, o comandante diz ter aprovado o desempenhou da equipe tricolor, principalmente no segundo tempo. “Nós realizamos uma bela partida no primeiro tempo, sem sombra de dúvida. Saímos na frente e, logo depois, o Vitória saiu para o jogo, eles tentaram buscar o empate. Fiz modificações baseadas nos pedidos que chegaram até mim, de dentro para fora de campo”.

O próximo compromisso será no domingo (29), contra o Fluminense, no Rio de Janeiro, Mas, apesar de ter uma semana de treinos, o técnico falou sobre um novo confronto direto e, principalmente, a necessidade de pontuar fora de casa. “Eu converso muito com eles sobre a necessidade de enfrentar os adversários, dentro e fora de campo, sempre com a mesma obrigação de pontuar. Agora não vai ser diferente. Foco total no Fluminense”, disse.


Bahia 2 X 1 Vitória – 30ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Silbert Faria Sisquim (ambos do RJ)
Assistentes adicionais: Leonardo Garcia Cavaleiro e Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartões amarelos: Mendoza, Edigar Junio (Bahia) / Neílton, Ramon, Fred (Vitória)
Gols: Mendoza e Edigar Junio (Bahia) / Wallace
Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Edson, Renê Júnior, Allione (Thiago Martins) e Zé Rafael (Matheus Salles); Mendoza e Edigar Junio. Técnico: Paulo Cézar Carpegiani.
Vitória: Caíque; Caíque Sá, Fred, Wallace e Juninho; Ramon, Uillian Correia (André Lima), Yago (Danilinho) e Neilton (Cleiton Xavier); David e Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad