No fim, Arthur Caíke marca e Bahia vence o CSA | Com vídeo - O BahiaNaRede

Post Top Ad

Post Top Ad

domingo, 1 de setembro de 2019

No fim, Arthur Caíke marca e Bahia vence o CSA | Com vídeo

Com um golaço, de falta, de Arthur Caíke, aos 40 minutos do segundo tempo, o Bahia conseguiu mais um triunfo na Série A, neste sábado (31), na Fonte Nova, pela 17ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Artur perdeu um pênalti, mas o Bahia venceu.
Da redação com informações do ECB
Fotos: Gabriela Simões

Com o resultado, o Bahia assumiu a sétima colocação. A próxima partida será no sábado (7), às 11 horas, contra o Vasco da Gama, no Estádio São Januário. Aos 23, em um lance dentro da área, o atacante Gilberto foi derrubado pelo zagueiro Ronaldo Alves. O árbitro mandou o jogo seguir, porém, com ajuda do árbitro de vídeo, mudou a decisão e deu pênalti. O atacante Artur bateu e Jordi espalmou. O goleiro seria personagem outra vez nos minutos finais da etapa inicial. Nino Paraíba, de esquerda, cruzou na medida para Gilberto. O camisa 9 cabeceou forte, no alto, mas o goleiro do CSA espalmou.

O centroavante do Bahia, antes, teve outra boa chance. Recebeu passe de Guerra, dentro da área, mas o arremate subiu demais e passou por cima da meta. Lucca, de fora da área, também tentou o tirar o zero do placar. A finalização, no entanto, saiu pela linha de fundo.


Segundo tempo

Guerra, aos 6, apareceu na frente do arqueiro Jordi e tentou por cobertura. O chute, no entanto, parou nas mãos do camisa 1. Artur, aos 13, também tentou e Jordi segurou. Aos 28, após jogada individual, Artur invadiu a grande área, tocou para trás e tentou achar Gilberto. Porém, antes do arremate dele, o lateral Apodi deu carrinho e salvou o time alagoano.

Aos 35, de cabeça, Élber buscou o gol e outra vez Jordi pegou. Aos 40, o goleiro do CSA não conseguiu vencer o duelo. Arthur Caíke cobrou falta forte, no canto dele, mas a bola ainda pegou na trave e morreu lentamente no fundo da rede.


Roger exalta postura do time

O treinador Roger Machado, na entrevista coletiva depois do triunfo por 1 a 0 sobre o Avaí, na Fonte Nova, atribuiu o resultado positivo ao nível de ‘maturidade da equipe’. Segundo ele, desde o início da semana, ele e todos os membros da comissão técnica estavam cientes que enfrentaram uma equipe dura. A posição do CSA na classificação, para o comandante do Bahia, não teria qualquer influência no nível de dificuldade encontrado durante os 90 minutos. “Eu preciso exaltar bastante nosso nível de maturidade. Nós nunca falamos em encontrar facilidade, que íamos golear o adversário. Nós estávamos cientes das dificuldades. Vencer por 1 a 0, ou qualquer outro placar, nos daria os três pontos”, disse.


O técnico falou sobre a entrada de Arthur Caíke e a dedicação do camisa 77, que desta vez entrou em campo, sofreu a falta e marcou o gol do triunfo do Bahia. “Ele treina muito falta e foi coroado pelo trabalho. Não gosto muito de falar em sorte, por isso, vou dizer que papai do céu também ajuda quem trabalha bem. Colocar ele, naquele momento, teve lógica. Tentar mais jogadas pelos lados, é um atleta de força, sem falar nas bolas paradas”.


Bahia 1 X 0 CSA - 17ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau (ambos do RS)
VAR: Daniel Nobre Bins, com auxílio de Jonathan Benkenstein Pinheiro e Lucio Beiersdorf Flor (todos do RS)
Cartões amarelos: Juninho (Bahia) / Dahwan (CSA)
Gol: Arthur Caíke (Bahia)
Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Guerra (Élber); Artur (Arthur Caíke), Lucca (Fernandão) e Gilberto. Técnico: Roger Machado.
CSA: Jordi; Apodi, Alan Costa, Ronaldo Alves e Carlinhos; Naldo, Dawhan, Euller (Maranhão) e Jonatan Gómez; Bustamante (Gamarra) e Alecsandro (Didira). Técnico: Argel Fucks.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad