Bahia empata com o Palmeiras no Allianz Parque | Com vídeo - O BahiaNaRede

Post Top Ad

Post Top Ad

domingo, 11 de agosto de 2019

Bahia empata com o Palmeiras no Allianz Parque | Com vídeo

Em um jogo muito movimentado, o Bahia e Palmeiras empataram por 2 a 2 em São Paulo, com dois gols de Dudu e dois de Gilberto, pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

O Bahia conquistou um ponto em São Paulo.
Da redação com informações do ECB
Foto: ECB

O resultado aumentou a invencibilidade do Bahia na competição para quatro jogos, somando 20 pontos na tabela de classificação, ocupando a 10º colocação, podendo perder duas posições até o final da rodada, caso o Goiás e o Athletico vençam as suas partidas. O Bahia volta a campo contra o Goiás, no próximo domingo (18), às 16 horas, na Fonte Nova.

O time do técnico Roger Machado buscou o resultado após estar perdendo por duas vezes. O Palmeiras abriu o placar aos 12 minutos do primeiro tempo, com Dudu, aproveitando rebote de Douglas. No final da primeira etapa, em um lance de força desproporcional, Felipe Melo atingiu Lucca com o cotovelo e foi expulso.

O Bahia voltou do intervalo com Arthur Caike no lugar de Giovanni. Antes, Ezequiel já havia entrado na vaga de Nino, que saiu com dores na coxa. Logo aos sete minutos, o camisa 77 cabeceou em direção ao gol e a bola bateu na mão de Diogo Barbosa, dentro da área. Inicialmente, Igor Benevenuto nada marcou, mas foi alertado pelo árbitro de vídeo e voltou atrás, assinalando a penalidade.

Gilberto foi para a cobrança, deslocou Weverton e empatou a partida. Aos 12, o Palmeiras voltou a ficar em vantagem, novamente com Dudu, que finalizou duas vezes para marcar em lance originado de uma cobrança lateral. Guerreiro, o Bahia se atirou ao ataque em busca do empate e conseguiu. Novamente Diogo Barbosa cometeu pênalti, dessa vez atingindo Arthur Caike com um carrinho, dentro da área.

O árbitro, mais uma vez, só marcou após rever o lance no monitor do VAR. Gilberto, novamente, trocou o canto e deslocou o Weverton para fazer o segundo do Tricolor. Aos 42 minutos, Gregore cometeu falta em Dudu e como já tinha amarelo, foi expulso. E foi só.

Treinador analisa empate

Após a partida, o técnico Roger Machado falou um pouco sobre alguns problemas apresentados pela sua equipe no momento dos gols adversários. “Essas são as engrenagens que se perde quando você perde um jogador da função. Hoje o Juninho não estava e houve um equívoco ali na saída e depois um gol de bola parada, onde erramos no posicionamento, na verdade. Então, o que eu citei para os atletas no final foi que a gente tinha que valorizar muito esse ponto. Temos que saber que times com essa qualidade a gente tem que minimizar a quantidade de erros”, disse.

O comandante também fez questão de valorizar o ponto conquistado longe de Salvador. “Eu fiquei muito feliz com o empate, com a doação dos meus atletas do começo ao fim da partida e com algumas partes do jogo… Mas é impossível você imaginar que vai jogar no Allianz Parque contra o Palmeiras, um time que está lutando pelas primeiras colocações, e você vai ter facilidade. Então, foi um grande jogo hoje. Um jogo aberto, mas acima de tudo, um jogo muito disputado”, declarou.


Palmeiras 2 X 2 Bahia - 14ª rodada da Séria A do Campeonato Brasileiro
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Auxiliares: Sidmar dos Santos Meurer e Ricardo Junio de Souza (ambos de MG)
VAR: Ricardo Marques Ribeiro (MG), com auxílio de Vinicius Gomes do Amaral (RS) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG).
Cartões amarelos: Marcos Rocha, Zé Rafael, Gustavo Scarpa, Diego Barbosa, Dudu (Palmeiras) / Giovanni, Lucca, Gregore, Wanderson (Bahia)
Cartões vermelhos: Felipe Melo (Palmeiras) / Gregore, dois amarelos (Bahia)
Gols: Dudu, duas vezes (Palmeiras) / Gilberto, duas vezes (Bahia)
Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Zé Rafael (Thiago Santos), Gustavo Scarpa e Dudu; Luiz Adriano (Deyverson). Técnico: Luiz Felipe Scolari.
Bahia: Douglas; Nino Paraíba (Ezequiel), Lucas Fonseca, Wanderson e Moisés; Gregore, Flávio (Ramires) e Giovanni (Arthur Caíke); Lucca, Élber e Gilberto. Técnico: Roger Machado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad