Bahia vence Avaí por 1 a 0 na Fonte | Com vídeo - O BahiaNaRede

Post Top Ad

Post Top Ad

domingo, 5 de maio de 2019

Bahia vence Avaí por 1 a 0 na Fonte | Com vídeo

Pela segunda vez no Brasileirão 2019, o Bahia fez valer a sua força como mandante e venceu o Avaí por 1 a 0, na noite deste domingo (5), na Fonte Nova, com gol do atacante Artur.

O atacante Artur Vitor marcou o gol do triunfo.
Da redação com informações do ECB
Colaboração de foto: Felipe Oliveira/ECB

Com o resultado, o Bahia agora soma 6 pontos na tabela de classificação e termina a 3ª rodada da competição como 5º colocado. O líder é o Atlético (MG), com 9 pontos, único time com 100% de aproveitamento no torneio. O Bahia volta a campo pelo Campeonato Brasileiro, apenas, no próximo domingo, fora de casa, contra o Atlético-PR. Uma semana depois, volta a atuar longe de Salvador, dessa vez contra o São Paulo, na capital paulista.

Em campo, o Bahia foi ‘senhor’ do jogo no primeiro tempo. Ao passo que Douglas sequer foi ameaçado nos 45 minutos iniciais, o Tricolor, com sua marcação avançada e postura destemida, pressionou o Avaí fortemente e criou diversas oportunidades de gol. Empurrado pela torcida, aos 8 minutos o Bahia já tinha feito o goleiro Vladimir trabalhar por três vezes, em chutes de fora de Artur, Gregore e Arthur Caíke.

Bahia 1x0 Avaí - Brasileirão 2019 por Felipe Oliveira

Aos 10 e aos 17, foi a vez de Gilberto ameaçá-lo, em lances bem parecidos, lançado na área nas costas dos zagueiros e chutando cruzado, mas para fora. O gol do Bahia parecia uma questão de tempo. Contundido, Arthur Caíke deixou o campo e deu lugar a Rogério, que em seu primeiro chute, aos 28, obrigou Vladimir a fazer uma defesaça para salvar o Avaí.

Gilberto levou para a esquerda e chutou forte, mas a zaga bloqueou.
Aos 34, nova chance para Gilberto, que driblou na área para a perna esquerda e chutou forte, mas a zaga bloqueou em cima da hora. O alívio veio apenas aos 39, quando a zaga catarinense falhou, Artur ganhou do zagueiro e dominou a bola na velocidade e chutou cara a cara com Vladimir, que ainda defendeu a primeira tentativa, mas não conseguiu alcançar o rebote do atacante do Bahia.

A torcida fazia a festa na arquibancada quando o próprio Artur, aos 45, por pouco não ampliou, furando um carrinho na pequena área após cruzamento da linha de fundo de Paulinho. A etapa final começou movimentada, com o árbitro de vídeo atuando duas vezes nos cinco primeiros minutos. Aos 3, confirmou a marcação de um impedimento em um gol de cabeça do Avaí.

Já aos 5, anulou um pênalti marcado sobre Nino Paraíba, num lance em que Rogério deixou o lateral na cara do gol e ele chutou do meio da área, raspando a trave de Vladimir. Só que depois disso o jogo ficou morno e o Bahia não conseguiu mais encaixar sua marcação no ataque e passou a ser ser pressionado pelo Avaí, ainda que o time catarinense não conseguisse criar chances reais de gol, chutando de longe ou alçando muitas bolas na área, sem muita produtividade.

Nos minutos finais, empurrado pelos mais de 19 mil tricolores na Fonte, o Bahia criou ainda uma grande chance de ampliar o placar, numa jogada muito bem trabalhada, Gilberto deu um drible seco no zagueiro, dentro da área, e chutou forte, no alto, mas viu o goleiro Vladimir fazer uma defesa espetacular, à queima-roupa. Deu tempo ainda de Douglas dar o ar de sua graça e fazer sua única defesa difícil na partida, mas que foi essencial para o triunfo, espalmando uma cabeçada de Daniel Amorim, já aos 49, seguido pelo apito final do juiz.


Bahia 1 X 0 Avaí - 3ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Jorge Eduardo Bernardi (ambos do RS)
VAR: Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Dewson Fernando Freitas da Silva (PA) e Michael Correia (RJ)
Cartões amarelos: Nino Paraíba (Bahia); Luan Pereira e Iury (Avaí)
Gol: Artur (Bahia)
Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Paulinho; Gregore e Douglas;Artur (Elton), Eric Ramires (Shaylon) e Arthur Caíke (Rogério); Gilberto. Técnico: Roger Machado.
Avaí: Vladimir, Kunde, Marquinhos Silva (Luan Pereira) e Betão; Iury e Paulinho; Pedro Castro,Luanderson (Brizuela) (Matheus Matias) e João Paulo; Getúlio e Daniel Amorim. Técnico: Geninho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad