Kieza marca duas vezes e Bahia arranca empate no fim - O BahiaNaRede

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Kieza marca duas vezes e Bahia arranca empate no fim

O CRB precisou de apenas 4 minutos para abrir o placar. Após cobrança de falta, o zagueiro Chicão puxou o atacante Dudu, dentro da grande área, e o árbitro Nielson Nogueira marcou pênalti. Fernando cobrou com categoria, deslocou o goleiro Omar e abriu o placar no Estádio Rei Pelé.

Entrevista com Sérgio Soares:

Entrevista com Kieza:


Colaboração de foto: Felipe Santana/Bahia Notícias 


O início da partida não poderia ser pior para o tricolor baiano. Aos 7, a defesa do Bahia bateu cabeça, com Chicão, e o goleiro Omar ficou no meio do caminho. O centroavante Dudu, sem goleiro, só cabeceou para o fundo da rede: CRB 2 a 0. Aos poucos, depois de levar dois gols, o tricolor acordou para o jogo, colocou a bola no chão e teve maior posse de bola.

Os erros não ficaram restritos ao Bahia. Aos 19, o goleiro Júlio Cesar errou na reposição de bola e a entregou nos pés de Rômulo. O camisa 10 entrou na área, pensou e bateu forte no ângulo superior direito, sem chances para o arqueiro da equipe da casa.

O CRB voltou ao ataque somente aos 23 minutos. Pirão cobrou escanteio no primeiro pau e Fernando, de cabeça, levou muito perigo ao goleiro Omar. A bola passou próxima ao poste esquerdo. O esquadrão respondeu à altura. Aos 30, após escanteio, o zagueiro Chicão aproveitou o espaço e botou o goleiro Júlio Cesar para trabalhar. Não demorou muito para o lateral-esquerdo Carlos, aos 32, criar outra grande chance. O chute do atleta do Bahia pegou na trave e saiu.

Aos 36, de fora da área, Kieza arriscou e o goleiro Júlio Cesar espalmou. No minuto seguinte, em belo e rápido contra-ataque, o CRB quase chegou ao terceiro gol. Morais serviu Fernando, na marca do pênalti, que pegou muito mal na bola e isolou. Em outro lance, o centroavante Dudu ficou sozinho na pequena área, recebeu o passe, mas não conseguiu o desvio em direção ao gol de Omar.

Segundo tempo

No intervalo, insatisfeito com a postura do time no primeiro tempo, o técnico Sérgio Soares voltou com duas alterações. Maxi Biancucchi e Feijão saíram para entradas de Léo Gamalho e Wilson Pittoni. O Bahia chegou ao empate aos 9 minutos. Railan tabelou com Rômulo e fez o cruzamento na medida para Kieza. De primeira, o camisa 9 bateu no canto direito e igualou o marcador no Rei Pelé: CRB 2 x 2 Bahia.

A comemoração do tricolor durou apenas 5 minutos. Aos 14, Paulo Sérgio fez um belo cruzamento para área e achou Morais, mesmo pequenino, entre os dois zagueiros do Bahia. De cabeça, o camisa 10 deixou novamente a equipe alagoana na frente do placar.

O jogo era intenso. Aos 20, após cruzamento de Rômulo, o centroavante Léo Gamalho desviou de cabeça e o goleiro Júlio Cesar, com a mão direita, espalmou e evitou que o Bahia chegasse ao empate mais uma vez. Aos 31, a defesa do Bahia dormiu novamente em lance aéreo. Gabriel antecipou ao zagueiro Chichão e cabeceou com perigo, tirando tinta da trave. O tricolor, um minuto depois, respondeu. Mateus cruzou para área e Kieza, ao tentar finalizar de letra, deixou a bola bater na canela e sair pela linha de fundo.

O esquadrão quase empatou aos 37 minutos. Primeiro, Rômulo recebeu o passe na grande área e finalizou em cima do goleiro Júlio Cesar. Na sequência, no escanteio, Titi cabeceou por cima e desperdiçou outra chance do empate. De tanto insistir, o Bahia chegou ao terceiro gol. De cabeça, após cruzamento de Carlos, o atacante Kieza deixou tudo igual no fim da partida.


CRB 3 X 3 Bahia - 2ª Rodada do Copa do Nordeste
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Fernanda Colombo e Elan Vieira de Souza
Cartões amarelos: Daniel Marques, Pirão (CRB) / Chicão (Bahia)
Gols: Dudu, Fernando, Morais (CRB) / Rômulo, Kieza (Bahia)
CRB: Júlio César; Paulo Sérgio, Daniel Marques, Gabriel e Pirão; Olívio, Glaydson, Maranhão (Igor), Morais (Douglas) e Fernando (Alex William); Dudu. Técnico: Ademir Fonseca.
Bahia: Omar; Railan, Chicão, Titi e Carlos; Feijão (Pittoni), Tiago Real, Rômulo e Williams Santana (Mateus); Maxi Biancucchi (Léo Gamalho) e Kieza. Técnico: Sérgio Soares.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad