Tá ligado que eu sou Barril Dobrado - O BahiaNaRede

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Tá ligado que eu sou Barril Dobrado

Apesar do domínio do tricolor baiano, quanto a posse de bola, Bahia e Globo iniciaram a partida em ritmo moderado, sonolento, com muito pouca criatividade dos dois lados. A primeira grande chance da partida foi criada pelo mandante, após novo erro defensivo do Bahia.

Colaboração de texto: Felipe Santana/Bahia Notícias 

Aos 13, após cruzamento, a defesa do Bahia deu espaço. Sozinho, Alemão tocou para Índio, que tocou no canto direito e o goleiro Omar evitou o gol. No minuto seguinte, a dupla Chicão e Omar dormiu e quase o Globo saiu na frente. O zagueiro fez a proteção da bola, mas o goleiro não saiu e eles se complicaram. Índio roubou a bola, passou pelo camisa 1 e tocou para o gol. Para sorte tricolor, Titi apareceu e salvou em cima da linha.

O time da casa tomou gosto pelo jogo. Aos 18, o meia Alemão arriscou o chute da entrada da área e levou perigo ao goleiro Omar. Timidamente, aos 21, o Bahia respondeu com Thiago Real. O camisa 8 fez o cruzamento, mas bola foi em direção ao gol e quase engana o goleiro Rafael.

Aos 27, desta vez com muito perigo, o Bahia assustou. Rômulo bateu forte e o goleiro Rafael espalmou. Na sequência, após cruzamento, Tiago Real tinha os dois atacantes livres para completar o lance. Ele, porém, decide resolver sozinho e toca de cabeça por cima da meta. No fim do primeiro tempo, o Globo desceu para o vestiário na frente do placar. Glaubinho, aos 44, finalizou da entrada da grande área no canto direito. Omar caiu atrasado, não desviou e foi buscar a bola no fundo do gol: Globo 1 a 0.

Segundo tempo

O Bahia chegou ao gol de empate aos 2 minutos. No entanto, o auxiliar Francisco Chaves Bezerra viu posição irregular do atacante Kiezza e anulou o tento do tricolor baiano, apesar do camisa 9 não estar adiantado. Aos 7, em cobrança de falta, o zagueiro Chicão bateu colocado e a bola passou próxima ao travessão, assustando o goleiro Rafael. Aos 10, de fora, Bruno Paulista arriscou e o arqueiro do Globo segurou.

Aos 21, em jogada individual, o meia Rômulo soltou uma bomba da entrada da grande área e quase deixou tudo igual. O arremate passou muito próximo da trave direita. Com o time em desvantagem, Sérgio Soares fez modificações, trocou Bruno Paulista por Maxi, e deixou a equipe mais ofensiva. O Bahia era melhor, mas não conseguia empatar. Aos 30, após cruzamento, Titi cabeceou sozinho e errou na pontaria, colocando pela linha de fundo. Pouco depois, em lance semelhante, Kieza tentou de cabeça mas mandou para fora.

De tanto tentar, ainda que sem muita inspiração, o tricolor empatou. Aos 40, Zé Roberto cruzou rasteiro para pequena área e lá estava, mesmo marcado, Maxi Biancucchi para empurrar no fundo do gol: Globo 1x1 Bahia.

No fim do jogo, aos 44, o argentino desempatou. Léo Gamalho escorou o cruzamento para grande área e ninguém cortou. Maxi Biancucchi bateu forte no canto esquerdo, sem chances para o goleiro Rafael: Bahia 2 a 1.


Globo (RN) 1 X 2 Bahia - 3ª rodada da Copa do Nordeste
Local: Estádio Barrettão, no Rio Grande do Norte (RN)
Árbitro: Luiz Cláudio Sobral (PE)
Auxiliares: Marlon Rafael Gomes de Oliveira e Francisco Chaves Bezerra Júnior.
Cartões amarelos: Jamerson e Glaubinho (Globo) / Titi (Bahia)
Gols: Glaubinho (Globo) / Maxi (Bahia)
Globo: Rafael; Jamerson, Robson e Mersinho; Glaubinho, Leomir, Alemão, Rivaldo e Geovane; Índio e Romarinho. Técnico: Leandro Sena.
Bahia: Omar (Jean); Railan, Chichão, Titi e Carlos; Tiago Real, Bruno Paulista, Pittoni e Rômulo; Léo Gamalho e Kieza. Técnico: Sérgio Soares.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad