Bahia não joga bem, mas arranca empate com Serrano e mantém vantagem - O BahiaNaRede

Post Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 27 de março de 2014

Bahia não joga bem, mas arranca empate com Serrano e mantém vantagem

O futebol foi o mesmo das rodadas anteriores. Pouca produção ofensiva, muitos erros de passe e uma atuação não convincente. Ainda assim, na noite desta quarta-feira (26), o Bahia arrancou o empate com o Serrano em 1 a 1, em Teixeira de Freitas, e manteve a vantagem do empate para partida de volta da semifinal do Baianão.

Colaboração de texto: Felipe Santana/Bahia Notícias
Foto: Gabriela Simões/Arquivo ENR

O gol do Bahia foi marcado pelo jovem atacante Jeam, enquanto Jeremias ‘Todinho’ balançou a rede em favor dos donos da casa. Na segunda partida do confronto, no próximo sábado (29), às 16h, na Arena Fonte Nova, a equipe comanda por Marquinhos Santos entra em campo  precisando apenas de qualquer empate para chegar na final do estadual.

Antes da bola rolar, o técnico Marquinhos Santos ganhou um 'presente de grego'. O meia Lincoln, com dores na coxa, foi vetado pelo departamento. Mais uma chance para Marcão, que mais uma vez, não produziu. Além disso, com a forte chuva na cidade, o gramado de Teixeira de Freitas não resistiu. Muita lama e o piso irregular não permitiram aos dois times fazer o 'jogo rolar'.

Jogo

O Serrano foi a equipe que primeiro criou uma chance de abrir o placar. Aos 4, Jeremias fez jogada individual pela esquerda, entrou na área e tocou para o meia. Sidney dominou, mas bateu fraco demais na bola. Depois foi a vez do meia, que iniciou a primeira jogada, realizar a finalização, também sem muita potência.

A chuva que caiu na cidade de Teixeira de Freitas durante o dia, somada ao jogo preliminar entre os garotos do sub-20, deixaram o estado do gramado muita lama e poucas condições. O Bahia, nos primeiros quinze minutos, não conseguiu encontrar o caminho do gol. Trocava muitos passes, detinha maior posse de bola, mas sem objetividade.

Aos 17 minutos, como na partida pela Copa do Brasil, o goleiro Marcelo Lomba saiu jogando errado e entregou o ouro ao bandido. Jadilson foi até a linha de fundo e tocou para Leandro, na entrada da área. Para felicidade do Bahia, o camisa 5 pegou forte demais na bola e mandou por cima.

O tricolor só conseguiu chegar aos 19 minutos. Após cruzamento, Pittoni tentou a finalização e, sem querer, conseguiu tocar para Marcão. O centroavante, quase na pequena área, chutou e a bola pegou no zagueiro adversário, último homem antes da meta. A defesa do Bahia errou na saída de bola mais uma vez aos 32 minutos. O volante Leandro arriscou de muito longe e Marcelo teve trabalho, espalmando para escanteio.

A melhor chance tricolor partiu do cruzamento de Talisca. No segundo pau, quase caído, o volante Uelliton desviou com a barriga e a bola passou próxima ao poste direito.

Serrano abre o placar

O jogo era ruim. O Bahia, então, nem se fala. Pouco criava, errava muitos passes e dava espaço ao time da casa que soube aproveitar. No fim da primeira etapa, o lateral Jadilson foi até linha de fundo e cruzou para área. Demerson, no primeiro pau, desviou e tirou Marcelo Lomba da jogada. Uelliton, que estava em cima da linha, escorregou e não conseguiu cortar a bola que parou nos pés de Jeremias. O centroavante só teve o trabalho de tocar para o fundo do gol: 1 a 0.

Bahia no 3-5-2

O Bahia voltou sem modificações para o segundo tempo. Por outro lado, o técnico Marquinhos Santos mudou o posicionamento da equipe. Fahel passou a jogar como terceiro zagueiro para dar mais liberdade aos laterais.

A mudança inicialmente surtiu efeito ao tricolor. Aos 4 minutos, após uma etapa inicial discreta, Diego Macedo quase empatou. Fez jogada individual, passou pelo adversário e bateu cruzado. Arremate passou muito perto da trave do goleiro Gil.O Serrano não se intimidou. Aos 8, Fábio Azevedo apareceu como homem surpresa, bateu colocado e exigiu uma boa defesa de Marcelo Lomba.

Através da jogada aérea, o time da casa criou uma boa chance de ampliar o placar. Aos 20, após escanteio, Ronan desviou para pequena área. O atacante Sidney não conseguiu pegar como queria na bola e praticamente recuou para Marcelo Lomba.

Bahia empata

Mas, apesar do susto, quem conseguiu desencantar após lance de bola parada foi o Bahia. Aos 22, Talisca cobrou falta de longe e Gil não encaixou. Jeam, que havia entrado no lugar de Marcão, aproveitou o rebote e mandou para o fundo do gol, deixando tudo igual em Teixeira de Freitas.

O Serrano sentiu o golpe. Mais preocupado com a marcação resolveu apenas explorar o contra-ataque. Aos 34, Jeremias teve liberdade e, de perna esquerda, bateu com categoria. Marcelo Lomba pulou, mas a bola saiu pela linha de fundo. O Bahia respondeu à altura no minuto seguinte. Guilherme Santos aparece na grande área mas, na hora do chute, o arremate de perna direita saiu fraco nas mãos do goleiro Gil.

Lance polêmico

No último lance da partida, um lance polêmico. Após cruzamento, aos 47, Fábio Gama apareceu sozinho na área, finalizou no canto esquerdo e mandou para o fundo do gol. O auxiliar Luiz Carlos Silva Teixeira, porém, apontou irregularidade no lance e marcou impedimento. Segundo ele, o atacante Jeremias estava avançado, o que teria atrapalhado o goleiro Marcelo Lomba.

Serrano 1 X 1 Bahia – 1º jogo da semifinal do Campeonato Baiano:
Árbitro: Lúcio José Silva Araújo
Auxiliares: Luiz Carlos Silva Teixeira e José Raimundo Dias Hora
Gol: Jeremias (Serrano) / Jeam (Bahia)
Cartões amarelos: Ronan, Jadilson (Serrano) / Titi, Uelliton, Wangler e Fahel (Bahia)
Serrano - Gil; Bruno, Ronan, João Vinicius e Jadilson; Leandro, Fábio Azevedo, Marconi e Narciso (Fábio Gama); Sidney (Roberto) e Jeremias. Técnico: Marivaldo.
Bahia - Marcelo Lomba; Diego Macedo, Demerson, Titi e Guilherme Santos (Raul); Fahel, Uelliton, Pittoni (Wangler), Talisca e Rhayner; Marcão (Jeam). Técnico: Marquinhos Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad