Santa Cruz e Bahia empatam no estádio do Arruda - O BahiaNaRede

Post Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Santa Cruz e Bahia empatam no estádio do Arruda

Em um jogo com gols, virada e lei do ex, Santa Cruz e Bahia empataram pela primeira partida das semifinais da Copa do Nordeste.

Colaboração de texto: Ulisses Gama/Bahia Notícias
Foto: Reprodução

Na noite desta quarta-feira (13), no estádio do Arruda, o duelo de tricolores ficou no 2 a 2. Os gols do Esquadrão foram marcados por Hernane e Luisinho, enquanto Keno e Grafite fizeram para o tricolor pernambucano. As equipes voltam a se enfrentar para definir a vaga nas finais no próximo domingo (17), na Arena Fonte Nova, às 16h. Para ir até as finais do certame regional, o Bahia pode empatar (0 a 0 ou 1 a 1) ou vencer por qualquer placar.

Depois de dois triunfos do Esquadrão na primeira fase da competição, as equipes voltaram a se encontrar pela primeira partida das semifinais no estádio do Arruda. Nos primeiros minutos, o Santa Cruz, com o apoio da sua torcida, foi o primeiro a buscar o gol. Aos três minutos, Arthur cobrou escanteio e Lucas Fonseca cortou o lance com a cabeça.

Momentos depois, o mesmo Lucas Fonseca chocou-se com Grafite, acabou partindo o supercílio e, por isso, o jogo ficou parado por alguns instantes. Alguns minutos depois, o zagueiro do Bahia acabou substituído e passou por um trabalho preventivo na ambulância. Com a bola rolando, o Santa Cruz tinha a maior posse e tentava jogadas ofensivas, mas parou na forte marcação que o Bahia exercia.

Com a boa marcação, veio o prêmio. Após bola roubada por Thiago Ribeiro no campo defensivo, o Bahia fez uma ótima jogada de contra-ataque. Edigar Junio avançou em velocidade e tocou para Danilo Pires, que chutou forte para rebatida do goleiro Tiago Cardoso. No rebote, Hernane Brocador tocou para o gol. A bola ainda tocou na defesa do Santinha antes de alcançar as redes aos 19 minutos.

Aos 23 minutos, o Santa Cruz tentou a resposta. Keno ficou com a sobra na área, driblou Éder e chutou em cima de Danilo Pires, que deu um carrinho para evitar a finalização.

Cinco minutos depois, o torcedor do Santa Cruz gritou gol de Danny Morais após cobrança de falta feita por João Paulo, mas a arbitragem acusou a posição de impedimento. Aos 29, Uillian Correia bateu de fora da área para defesa de Marcelo Lomba. O Santa seguiu pressionando com Lelê. Pelo lado direito, aos 34, o meia cruzou para a área e Grafique não conseguiu alcançar.

Vendo o Santa Cruz com maior posse de bola, o Bahia teve outra grande chance aos 37 minutos. Juninho, em cobrança de falta, levantou a bola na cabeça de Hernane Brocador, que atingiu a trave. Depois de tanto ficar em cima, o tricolor de Pernambuco conseguiu chegar ao empate. Aos 44 minutos, Keno passou por três marcadores do Bahia, bateu colocado na bola e venceu o goleiro Marcelo Lomba.

Segundo tempo

No começo da segunda etapa, o Santa Cruz voltou a presssionar o Bahia. Aos dois minutos, João Paulo deu bom passe para Lelê, que finalizou para fora. O lance, no entanto, foi anulado pela arbitragem em função do impedimento do meia da Cobra Coral.

Aos seis minutos, Juninho cobrou escanteio com veneno, a bola rebateu na defesa do Santa Cruz e ficou com Edigar Junio, que bateu rasteiro para rebatida do goleiro Tiago Cardoso.

Com um Keno muito inspirado no gramado do Arruda, o Santa Cruz tentava tomar a frente do placar. Aos dez, o atacante cruzou na área e a defesa do Esquadrão tirou o perigo. Na sequência, o volante Feijão derrubou o meia João Paulo na lateral e o juiz marcou a infração. Após a cobrança, a bola sobrou ficou com Keno, que finalizou para fora.

Depois da oportunidade perdida, o Santa Cruz conseguiu tomar a frente no placar. Aos doze minutos, João Paulo dominou bola na grande área e a bola sobrou para o atacante Grafite, que tirou Marcelo Lomba da jogada e completou com o pé direito para as redes.

Aos 19, o Bahia teve boa chance quando Danilo Pires avançou pela direita, chutou e a bola acabou sobrando em Luisinho, que finalizou em cima do zagueiro Neris. Na sequência, a oportunidade foi do Santinha com Arthur, que finalizou para fora após cruzamento do atacante Keno.

Com 32 minutos, o Santa Cruz quase chegou ao seu terceiro gol. Daniel Costa, em cobrança de falta, obrigou o goleiro Marcelo Lomba a fazer grande defesa. Dois minutos depois, o mesmo Daniel Costa aproveitou erro de Luisinho e bateu de fora da área para mais uma boa defesa do arqueiro do Esquadrão.

O empate do Bahia saiu dos pés de um ex-jogador do Santa Cruz. Aos 37 minutos, o árbitro acusou penalidade máxima após toque de mão de Wellington, da Cobra Coral, dentro da área. Luisinho, que entrou no segundo tempo, bateu bem e venceu o goleiro Tiago Cardoso.


Santa Cruz 2 X 2 Bahia - Semifinal da Copa do Nordeste
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Rodrigo Guimarães Pereira e Eric Nunes Costa (ambos de SE)
Cartões amarelos: Lelê, Danny Morais, Wellington (Santa Cruz) / Lucas Fonseca, Danilo Pires, Feijão, Robson (Bahia)
Cartões vermelhos:
Gols: Hernane, Luisinho (Bahia) / Keno, Grafite (Santa Cruz)
Santa Cruz: Tiago Cardoso; Vítor, Neris, Danny Morais e Allan Vieira (Tiago Costa); Uillian Correia, João Paulo e Lelê; Arthur (Wellington), Keno (Daniel Costa) e Grafite. Técnico: Milton Mendes
Bahia: Marcelo Lomba; Hayner, Lucas Fonseca (Robson), Éder e João Paulo Gomes; Feijão, Danilo Pires, Juninho, Edigar Junio (Luisinho) e Thiago Ribeiro; Hernane (Zé Roberto). Técnico: Doriva.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad